Noite Fria. Vamos ajudar

VOCE JÁ PENSOU NISSO HOJE?

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

PARENTES

"Mas se alguém não tem cuidado dos seus e principalmente dos da sua familia, negou a fé e é pior do que o infiel" - Paulo. (I Timóteo, 5:8.)

A Casualidade não se encontra nos laços da parentela.
Princípios sutis da Lei funcionan nas ligações consagüineas.
Impelidos pelas causas do passado a reunir-nos no presente, é indispensável pagar com alegria os débitos que nos imanam a alguns corações, a fim de que venhamos a solver nossas dívidas para com a Humanidade.
Inutíl é a fuga dos credores que respiram conosco sob o mesmo teto, porque o tempo nos aguardará implacável, constrangendo-nos à liquidação de todos os compromissos.
Temos compenheiros de voz adocicada e edificante na propaganda salvacionista, que se fazem veidadeiros trovões de intolerância na atmosfera caseira, acumulando energias desequilibradas em torno das próprias tarefas.
Sem dúvida, a equipe familiar no mundo nem sempre é um jardim de flores. Por vezes, é um espinheiro de preocupaçções e de angústias, reclamando-nos sacrifício. Contudo, embora necessitamos de firmeza nas atitudes para temperar a afetividade que nos é própria, jamais conseguiremos sanar as feridas do nosso ambiente particular com o chicote da violência ou com a emplastro do desleixo.
Consoante a advertência do Apóstolo, se nos falha o cuidado para com a própria família, estaremos negando a fé.
Os parentes são obras de amor que o Pai Compassivo nos deu a realizar. Ajudemo-los, através da cooperação e do carinho, atendendo aos designios da verdadeira fraternidade. Somente adestrando paciência e compreenção, tolerância e bondade, na praia estreita do lar, é que nos habilitaremos as servir com vitória, no mar alto das grandes experiências.
Do Livro: Fonte Viva
Francisco Cândido Xavier - Ditado pelo Espirito: EMMANUEL
Federação Espirita Brasileira

APRENDENDO A AGRADECER

Em tudo dai graça.

Saibamos agradecer as dádivas que o Senhor nos concede cada dia:
A largueza da vida;
O ar abundande;
A graça da locomoção;
A faculdade do raciocínio;
A fulguração da ideia;
A alegria de ver;
O prazer de ouvir;
O tesouro da palavra;
O privilégio do trabalho;
O dom de aprender;
A mesa que nos serve;
O pão que nos alimenta;
O Pano que nos veste;
As mãos desconhecidas que se entrelaçam no esforço de suprir-nos a refeição e o agasalho;
Os benfeitores anônimos que nos transmitem a riqueza do conhecimento;
A conversação do amigo;
O aconchego do Lar;
O doce dever da família;
O contentamento de construir paa o futuro;
A renovação das próprias forças...
Muita gente está esperando lances espetaculares da "boa sorte mundana", a fim de esprimir gratidão ao Céu.
O cristão, contudo, sabe que as bençãos da Provedencia Divina nos enriquecem os ângulos mais simples de cada hora, no espaço de nossas experiências.
Nada existe insignificante na estrada que percorremos.
Todas as concessões do Pai Celeste são preciosas no campo de nossa vida.
Utilizando, pois o patrimonio que o Senhor nos empresta, no serviço incessante ao bem,aprendemos a agradecer.
Do Livro: Fonte Viva
Francisco Cândido Xavier - Ditado pelo Espirito EMMANUEL

Vamos salvar nossas crianças

Vamos salvar nossas crianças

EGO

Pesquisar este blog